Buscar

CYRANO DE BERGERAC de Edmond Rostand


Resenha do livro: CYRANO DE BERGERAC de Edmond Rostand - por Chis Leninha “No começo eu me apaixonei por seu rosto, mas depois eu caí de amor pela sua alma" Que livro poético! Em todas as páginas há um poema ritmado e a linguagem é interessante e envolvente! O livro foi uma peça escrita no ano de 1897, mas a história se passa em 1640. Cyrano é um homem desprovido de beleza, cujo nariz é enorme e isso chama mais atenção do que o resto em si, mas ele possui uma alma romântica e corajosa. Todo seu amor era por sua prima Roxanna a quem ela nunca o via além de um parente amigo. Ela conhece Cristiano e se apaixona pela beleza do rapaz. Porém, a beleza para as palavras ele não possuía e isso era algo que ela presava! Os dois começam a namorar e Cristiano pede a Cyrano que lhe escreva coisas bonitas para dizer à sua amada. Ele atende o pedido e o faz com todo o amor que estava em seu peito. Cristiano para ela se tornou o homem perfeito! Belo nas duas formas! Pouco tempo depois, eles foram convocados à guerra e a pedido de Roxanna, Cyrano cuida e protege Cristiano a todo tempo, escrevendo à ela todos os dias se mantendo oculto em nome de seu namorado. Ela amava cada palavra que lia e seu coração não cabia em si de tanto amor e o coração de Cyrano não cabia em si de tanta dor. Calma, que não vou contar o final, mas o livro possui um desfecho doce e sentimental e você percebe o quanto o amor é belo, paciente e encantador. Li tranquilamente numa noite antes de dormir e gostei muito! Leitura leve e prazerosa. "Como acontece a alguém que fita o sol dourado, e vê depois em tudo um círculo encarnado, tal eu, quando não estás e o meu sol é posto, vejo, em tudo que vejo, o brilho do teu rosto" Leninha Sousa. Clube do Livro Arte Impressa


19 visualizações
EM DESTAQUE
RECENTES
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

@2021 por Designers da Arte Impressa Editora